Agricultura

Domingo, 09 de Junho de 2019, 08:27

Tamanho do texto A - A+

FERRUGEM ASIÁTICA

Vazio sanitário da soja começa dia 15 em Mato Grosso

Por: Viviane Petroli

Da Redação Mato Grosso Agro

Foto: Viviane Petroli/Mato Grosso Agro

soja grão

 

Visando reduzir a presença do fungo causador da ferrugem-asiática, o Phakopsora pachyrhizi, Mato Grosso entra no dia 15 de junho no período do vazio sanitário da soja. Até o dia 15 de setembro fica proibida a presença de plantas da oleaginosa em propriedades rurais, bem como arredores de armazéns e beiras de estrada (quando germina diante a queda de um grão de veículos).

São 92 dias de vazio sanitário e foi instituído em 2006 como medida fitossanitária. A vigência entre 15 de junho e 15 de setembro consta Instrução Normativa Conjunta da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec) e Instituto de Defesa Agropecuária (Indea).

Na safra 2018/2019, segundo dados do Indea, foram cadastradas 12.694 propriedades com área plantada de soja de 8.755.682,65 hectares.

Ainda de acordo com o Indea, a partir do dia 15 de junho espera-se fiscalizar 60% das propriedades produtoras de soja em Mato Grosso visando a constatação da ausência total de plantas de soja.

A multa para quem descumprir a medida é de 30 Unidade Padrão Fiscal (UPF), mais 2 UPF por hectare de planta não eliminada. O valor da UPF pode ser consultado no site da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz-MT).

Denúncias quanto ao descumprimento do vazio sanitário podem ser feitas ao Indea, por meio da Ouvidoria Setorial no telefone 0800 647 9990 ou por meio da Ouvidoria Geral do Estado pelo endereço eletrônico http://www.ouvidoria.mt.gov.br/falecidadao/.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Preencha o formulário abaixo:

Leia mais sobre este assunto: