Energia

Quinta-feira, 05 de Dezembro de 2019, 07:03

Tamanho do texto A - A+

fenômenos da natureza

Plano para restabelecimento de energia elétrica em situação de emergência é apresentado para o Governo de Mato Grosso

Por: Assessoria de Imprensa Energisa

Tempestades, enchentes, ventos muito fortes e outros fenômenos da natureza podem causar danos na rede de distribuição de energia elétrica como postes e torres quebradas e cabos partidos, fazendo com que o cliente fique sem luz por algum período. Para que a energia volte o mais depressa possível, a Energisa Mato Grosso tem um Plano de Contingência para atuação em situações de emergência e calamidade. Esse planejamento foi apresentado na manhã de quarta-feira (04) pela Energisa para mais de 60 representantes dos órgãos estaduais que trabalham diretamente em situações como estas para criar um canal direto de contato entre as instituições.

O secretário-adjunto de Inteligência da Secretaria de Estado Segurança Pública, Wylton Massao Ohara, participou do encontro e avaliou como uma iniciativa muito positiva, prevendo bons resultados para a população. Massao comentou que Mato Grosso está no período de chuvas e de cheias e como consequência, é natural que ocorram problemas por causa do alto volume de chuvas e raios.

“É de suma importância a Secretaria de Segurança Pública conhecer a forma de trabalho da Energisa para situações de contingenciamento, pois assim também pode se antever e facilitar esse canal de contato em uma eventualidade”, destacou o secretário-adjunto.

O encontro foi conduzido pelo gerente de Operação da Energisa Mato Grosso, Fábio Lancelotti, e pelo gerente de Serviços Comerciais, Murilo Galvão, que apresentaram a equipe que pode ser acionada nas situações de emergência, o planejamento e treinamentos de atuação em contingência e exemplos de equipamentos que a empresa possui para reduzir o tempo de atendimento aos clientes, como as três subestações móveis, transformadores móveis, entre outros.

“Poder estar próximo dos órgãos responsáveis pelo atendimento de situações críticas no Estado é fundamental para a Energisa. A busca é pela sinergia dentro da operação de todos os envolvidos, priorizando o atendimento de forma ágil e em segurança, para todos aqueles que precisam ser acionados nessas situações. Ter o cliente bem atendimento, é prioridade para a empresa”, comenta Fábio Lancelotti, gerente de Operações da Energisa em Mato Grosso.

O Plano de Contingência da Energisa, que é atualizado anualmente, define papéis e responsabilidades e a forma de atuação de todas as áreas dentro da empresa para que o resultado final seja o melhor possível para o cliente. Nele, constam desde a quantidade de equipes e equipamentos necessários para atender cada situação à forma de comunicação com a população e imprensa caso necessário. Durante o período de chuvas, o plano é fortemente testado com simulações administrativas, como o acionamento dos representantes das áreas necessárias para a atuação, e simulações de campo.

A contingência funciona praticamente como uma força-tarefa da Energisa para fazer com que a energia seja restabelecida o mais depressa possível em situações de emergência. Para isso, a empresa aumenta o número de equipes em atuação em campo e no Centro de Operação Integrado (COI), que funciona 24 horas durante todos os dias da semana. No COI os operadores atuam à distância, via sistemas interligados, para apoiar na condução das equipes no campo e na normalização do quadro.

Avalie esta matéria: Gostei +4 | Não gostei