Capacitação

Terça-feira, 18 de Junho de 2019, 07:11

Tamanho do texto A - A+

Dia Técnico do Algodão reúne mais de 250 pessoas em Campo Verde

Por: Da Redação Mato Grosso Agro

Foto: Assessoria AMPA/IMAmt

IMAmt

 

Mais de 250 pessoas entre produtores, técnicos, agrônomos, estudantes e consultores conferiram um panorama da situação nas lavouras de algodão em Mato Grosso no que tange a novas variedades, pragas e doenças durante o Dia Técnico do Algodão realizado no dia 13, pelo Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt), em seu no Centro de Treinamento e Difusão Tecnológica localizado em Campo Verde. Segundo especialistas, ações como essa visam atualizar quem está no campo quanto as melhores práticas para a produção, bem como quanto às novas tecnologias.

Durante o Dia Técnico do Algodão realizado pelo IMAmt os participantes puderam visitar diferentes estações onde foram apresentadas as novas variedades do IMAmt, um panorama da situação dos nematoides, com ênfase ao Aphelenchoides, destruição de soqueira, além de conferir as últimas novidades trazidas por empresas parceiras do Instituto.

Os Dias Técnicos, de acordo com o presidente da Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (AMPA), ao qual o Instituto Mato-grossense do Algodão (IMAmt) é ligado, Alexandre Pedro Schenkel, servem para poder atualizar os produtores quanto as melhores práticas e tecnologias para que se tenha mais produtividade, bem como uma maior redução nos custos de produção.

“O IMAmt busca levar aos produtores nos Dias Técnicos do Algodão as melhores tecnologias disponíveis, suas pesquisas e o que tem desenvolvido de novas variedades visando uma redução do custo de produção e informações que auxiliem a evitar prejuízos. E, o produtor tem acompanhado cada vez mais essas melhores práticas, porque lhe dão resultados positivos na produtividade”, comenta Schenkel.

Conforme o pesquisador do IMAmt, Rafael Galbieri, as instituições de pesquisa têm o dever de passar aos produtores informações do que é certo e do que sempre ocorre no campo. “Mas, o mais importante é passar informações daquilo que poucos tem, do que se pode ter, de uma previsão do futuro. Esse é o grande papel nosso”.

Produtor de algodão em Campo Verde, José Vitor Vaz era uma das mais de 250 pessoas que participaram do Dia Técnico do Algodão realizado pelo IMAmt no Centro de Treinamento e Difusão Tecnológica do instituto no município. Na sua avaliação ações como a realizado pelo IMAmt são de suma importância. “É de grande valia para todos os produtores, em especial esse ano que foi um ano atípico para a cultura do algodão com alta infestação de pragas e chuvoso. Esses Dias Técnicos vêm auxiliar para nos prepararmos para os próximos anos, porque pode acontecer isso de novo, e nos mostrar novos materiais resistentes à nematoides, por exemplo”.

 

*Com informações assessoria de imprensa AMPA/IMAmt

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei